Conheça as doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti

Sobre o Comitê Gestor - Arboviroses

Em 2015, foi instituído, em caráter permanente, o Comitê Municipal de Prevenção e Controle das Arboviroses composto, atualmente, por 14 secretarias, mais parceiros:

Participantes:

  1. Secretaria Municipal de Governo, com a participação da Defesa Civil e  Serviço 156.
  2. Secretaria Municipal de Saúde
  3. Secretaria Municipal de Comunicação
  4. Secretaria Municipal de Cultura
  5. Secretaria Municipal de Educação
  6. Secretaria Municipal de Esportes e Lazer
  7. Secretaria Municipal de Habitação
  8. Secretaria Municipal de Recursos Humanos
  9. Secretaria Municipal de Relações Institucionais
  10. Secretaria Municipal de Serviços Públicos
  11. Secretaria Municipal de Trabalho e Renda
  12. Secretaria Municipal de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos
  13. Secretaria Municipal de Administração
  14. Secretaria Municipal do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável
  • Parceiros: Rede Municipal Dr. Mario Gatti de Urgência, Emergência e Hospitalar e Sociedade de Abastecimento de Água e Saneamento – SANASA

Coordenação:

Cabe à Secretaria Municipal de Governo promover essa intersetorialidade do Comitê, propiciando ações integradas e coordenadas para prevenção e enfrentamento das arboviroses, bem como favorecer as tomadas de decisões e agilidade nos processos administrativos necessários.

Importante também buscar a integração de entidades públicas e privadas, organizações não governamentais, clubes de serviço, associações diversas, visando aumentar a resiliência das comunidades, para evitar a ocorrência de óbitos por arboviroses, assim como prevenir e coibir processos epidêmicos.

Atribuições do Comitê:

  • Acompanhar e estabelecer estratégias de ações voltadas à prevenção e controle das arboviroses.
  • Planejar continuamente as atividades de combate à dengue, ao Zika vírus e à chikungunya no município de Campinas.
  • Criar estratégias para o alcance de respostas rápidas. Atualmente, além da reunião geral, o Comitê segue com estratégias organizadas por Grupos de Trabalho):
    • GT Ação integrada
    • GT Plano de contingência
    • GT Assistência ao paciente
    • GT Fiscalização
    • GT Licitação
    • GT Cooperativas
    • GT Febre Maculosa Brasileira (apesar de não ser uma arbovirose, diante a ocorrência e óbitos no município várias medidas de enfrentamento foram pactuadas estabelecendo as competências de secretarias e órgãos participantes do Comitê Municipal de Prevenção e Controle das Arboviroses).

Objetivos:

  1. Contribuir no processo de planejamento, articulação, coordenação, execução e avaliação dos programas, projetos e ações de prevenção e controle de doenças, bem como no atendimento a situações adversas provocadas pelas arboviroses em todo o território do Município de Campinas;
  2.  Acompanhar e estabelecer estratégias e ações voltadas à prevenção e controle das arboviroses e trabalhar de forma sistêmica nas ações prospectivas sobre os riscos ainda não existentes, nas ações reativas sobre os riscos existentes e na elaboração e execução de um Plano Municipal de Contingência para o Enfrentamento das Arboviroses;
  3. Alinhar as suas ações com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, em especial, o objetivo 3 - assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades; e com o Marco de Sendai das Nações Unidas: reduzir o índice de mortes.

 

Conheça o Plano Municipal de Contingência para o Enfrentamento das Arboviroses Urbanas em Campinas SP 2019-2020. Acesse:

http://suplementos.campinas.sp.gov.br/admin/download/suplemento_2019-06-10_cod523_1.pdf